“FAQ Desodorizantes”

Tem questões sobre desodorizantes?

Encontre aqui as respostas às perguntas frequentes.

1. Qual é a diferença entre um desodorizante e um antitranspirante?

Os desodorizantes combatem as bactérias responsáveis pelo aparecimento do odor corporal. Estes contêm activos desodorizantes que previnem a proliferação bacteriana ou até reduzem o número de bactérias nas axilas. Os antitranspirantes contêm activos antitranspirantes – normalmente sais de alumínio, que reduzem a transpiração das glândulas sudoríparas através da formação de uma película protectora na parte superior das glândulas. Estas películas desaparecem com o tempo por acção natural da pele. Os antitranspirantes também têm um efeito desodorizante, visto que previnem o crescimento bacteriano devido ao baixo pH e à redução da hidratação nas axilas.

2. Porque é que os antitranspirantes NIVEA contêm sais de alumínio (p. ex., ACH)? 

Além do combate contra o odor, muitas pessoas desejam obter uma redução da transpiração, de maneira a prevenir o aparecimento de manchas de suor na roupa. Todos os antitranspirantes eficazes contêm sais de alumínio (p. ex. cloridrato de alumínio). Estes sais formam uma película protectora temporária na parte superior das glândulas sudoríparas. Consequentemente, menos suor é libertado.  Através da fricção e da acção natural da pele, esta película vai desaparecendo com o passar do tempo. Os sais de alumínio são usados de maneira segura há mais de 100 anos. Geralmente, os ingredientes usados na cosmética são rigorosamente regulados pela Directiva Europeia de Cosméticos e são sujeitos a minuciosos controlos de qualidade e análises científicas a nível europeu e nacional. 

3. Porque é que transpiramos?

Existem muitos factores que nos fazem suar. Um aumento da temperatura corporal devido à actividade física e/ou a uma elevada temperatura exterior pode fazer o nosso corpo suar. Este tipo de suor acontece para regular a temperatura corporal através da evaporação de calor. O suor é libertado pelas chamadas glândulas sudoríparas écrinas e contém essencialmente água e sais. Também pode suar devido a stress emocional ou psicológico. Nestes casos o suor é libertado, principalmente, na axila, na planta dos pés, palma das mãos e na testa. Este tipo de suor não é produzido apenas pelas glândulas sudoríparas écrinas, mas também pelas glândulas sudoríparas apócrinas. O suor apócrino é composto por lípidos e proteínas, que são metabolizados pelas bactérias da pele, provocando o odor corporal característico. O suor provocado pelo stress faz parte de uma reacção antiga a situações ameaçadoras (a reacção “lutar ou fugir”) e desempenha um papel muito importante na nossa comunicação não-verbal. Para combater o suor provocado pelo stress, desenvolvemos NIVEA Stress Protect em spray e Roll-on para homens e mulheres.

4. A inibição da transpiração através da utilização de antitranspirantes é prejudicial?
A termorregulação do corpo não é afectada pela utilização de antitranspirantes. A área total das axilas é de 200 cm2, o que representa apenas 1% da superfície total do corpo. Portanto, esta área é demasiado pequena para interferir com a termorregulação. A segurança dos antitranspirantes já foi comprovada em inúmeras pesquisas e a sua utilização em produtos de cosmética está aprovada.

5. Porque é que cheiramos mal?

O suor fresco é um fluido inodoro. O odor desagradável apenas se desenvolve quando as bactérias da pele presentes na axila metabolizam (p. ex., destroem) determinados componentes do suor, tais como lípidos e proteínas. A sua axila possui as condições ideais para o desenvolvimento de bactérias da pele devido às condições de humidade, pH mais elevado e ao fornecimento ideal de nutrientes através do suor e das glândulas sebáceas nesta área.

6. Porque é que é necessário agitar o meu antitranspirante NIVEA ou o spray desodorizante antes de o utilizar?

Os sprays antitranspirantes (por exemplo, NIVEA Dry Comfort Plus Spray) têm de ser bem agitados para garantir que o pó activo antitranspirante (sal de alumínio) está uniformemente distribuído na lata. Caso contrário, o produto poderia ser ejectado numa forma concentrada e entupir a válvula ou deixar resíduos na pele ou na roupa. Os sprays desodorizantes NIVEA à base de álcool não precisam de ser agitados.

7. A utilização de desodorizantes pode provocar manchas amarelas nos tecidos?

As manchas amarelas resultam de uma interacção complexa entre os lípidos da pele, sebo, detergente para roupa e activos antitranspirantes. Segundo a nossa experiência, existem muitos factores envolvidos como, por exemplo a quantidade de vezes que aplica o produto, a quantidade de produto aplicada, frequência com que muda a roupa, a intensidade ao lavar a roupa, composição individual do suor, os minerais e outros elementos presentes na água da torneira e a composição do tecido em si. A melhor forma de evitar manchas amarelas na sua roupa é esperar que o produto seque completamente antes de se vestir.

No entanto, é importante referir que as manchas amarelas podem surgir mesmo sem utilizar um antitranspirante, tal como manchas amareladas no colarinho, quando os lípidos da pele se juntam a partículas sujas presentes no ar e causam este efeito que se torna mais difícil de remover. Em alguns casos, as manchas estão associadas à evacuação dos pigmentos de cor dos tecidos. 
Para quem quer evitar as manchas amarelas na roupa, os produtos NIVEA Invisible for Black & White podem ser os mais indicados.

8. Como posso remover as manchas amareladas?

Não é possível remover ou reduzir as manchas amarelas através de lavagens repetidas/frequentes. Aliás, por vezes a lavagem pode até piorar as manchas, tornando-as mais difícil de remover. Em caso de manchas, lave as suas roupas em água fria antes de as lavar com detergente para roupa. Em muitos casos, fomos bem-sucedidos na remoção de manchas mergulhando a roupa numa mistura de 5% de ácido cítrico e deixando-a repousar durante aproximadamente 24 horas. Muito importante: lave a peça de roupa com água limpa antes de a lavar no ciclo de lavagem com detergente líquido a 30 °C. Ainda assim, não podemos garantir que este seja o processo indicado para a remoção de todas manchas e todos os tipos de roupa. Tenha especial atenção com tecidos coloridos e delicados e com roupa que tenha botões de “madrepérola”, pois a solução ácida pode danificá-los. Teste sempre o produto num local discreto antes de o utilizar. 

Aviso: tenha atenção que o ácido cítrico poderá ser perigoso se estiver em contacto com a pele (irritação, sensibilização), com os olhos (irritação), ou em caso de ingestão e de inalação (irritação). O contacto com a pele pode causar inflamação e bolhas. Dependendo do período de contacto, pode também causar danos no tecido. Por esta razão, recomendamos que utilize luvas protectoras e que não inspire o pó de ácido cítrico.

9. A utilização de desodorizantes pode causar resíduos brancos nos tecidos?
Se não forem correctamente aplicados, alguns desodorizantes, mais precisamente antitranspirantes, que contêm sais de alumínio (p. ex., cloridrato de alumínio – ACH), podem deixar resíduos brancos na roupa em determinadas condições. Quando utilizar sprays antitranspirantes (p. ex., NIVEA Dry Comfort) é importante que agite bem o produto para garantir que o cloridrato de alumínio em pó está uniformemente distribuído na lata e, consequentemente, uniformemente distribuído na pele. Para evitar resíduos brancos, todos os produtos antitranspirantes devem ser completamente absorvidos ou estar suficientemente secos na pele antes de vestir a roupa. Geralmente, os resíduos brancos na roupa podem ser removidos com uma escova.  Para quem quer evitar as manchas brancas na roupa, os produtos NIVEA Invisible for Black & White podem ser os mais indicados.

10. Estou a utilizar um produto sem álcool?
Na verdade, o termo “álcool” é quimicamente aplicado a diversos componentes. Todos estes componentes têm em comum um conjunto específico de átomos nas suas moléculas. Porém, normalmente ou coloquialmente, o termo “álcool” é associado à substância etanol (nome químico: álcool etílico), que é a versão bebível do álcool. Quaisquer produtos que tenham a descrição “sem álcool” significa que não têm etanol (ou seja, sem “álcool” ou “álcool, denat”), apesar de a palavra “álcool” poder surgir na lista de ingredientes (INCI), como por exemplo, “álcool estearílico”.

11.  Quanto tempo depois de me depilar posso aplicar um antitranspirante com alumínio?
Quando faz a depilação, uma pequena porção da camada mais externa da pele é removida, mas a pele e as suas barreiras não ficam necessariamente danificadas. No entanto, podem ocorrer pequenas lesões. Neste caso, não deve utilizar desodorizantes que contenham alumínio enquanto a pele estiver irritada ou lesionada. Se a pele das axilas estiver lesionada ou irritada, também não deve usar um antitranspirante.

12.  A utilização de desodorizantes pode causar manchas coloridas (p. ex., verdes, castanhas, vermelhas ou azuis) em tecidos?
O desenvolvimento das manchas de cor em tecidos é semelhante ao das manchas amarelas. A cor das manchas pode ser influenciada por vestígios de metais presentes na água da torneira (p. ex., cobre, manganês, ferro). Em alguns casos, a coloração pode também ser influenciada pelos agentes branqueadores fluorescentes (branqueadores ópticos). Também é possível que surjam manchas coloridas em roupa clara quando uma peça de roupa colorida, usada por cima ou por baixo da mesma, perde a sua cor. Este processo normalmente ocorre se o material tingido não for à prova de água.

Tem outras questões?

Contacte-nos através do nosso formulário online.

A resposta correcta para cada pergunta sobre desodorizantes

Cuide de si com todo o cuidado NIVEA