Mulher a mexer na pele

Efeitos da luz ultravioleta na sua pele

Quando o sol brilha, brilha com todas as cores e comprimentos de onda de luz. Das diferentes radiações de luz, os raios ultavioletas devem ser os mais importantes a ter em conta para o cuidado da pele.

Tipos de radiação UV

Impacto dos raios UVA na pele

Os raios UVA não causam quaisquer sintomas dolorosos na pele e não penetram muito profundamente nas células da derme apesar de lá chegarem. São resposáveis pelo aparecimento de rugas, manchas e pelo famoso bronzeado. Estas radições não são totalmente bloqueadas pelo protetor solar e podem danificar as células a longo prazo.

Impacto dos raios UVB na pele

Os raios UVB penetram na epiderme. São também responsáveis pela sua tez bronzeada, mas também pelas queimaduras solares e pelo cancro da pele. Esta radiação estimula o aparecimento de vitamina D e tem um grande grau de intensidade. Apesar das vantagens deve ter cuidado na exposição solar.

O que não é vísivel e percetível nas radiações ultravioletas

A radiação UV da luz solar está sempre à nossa volta. Vem tanto da luz solar direta como indireta. A intensidade da radiação UV varia de acordo com a estação do ano e é mais forte no verão do que no inverno. Os riscos associados à intensidade da radiação UV também variam de acordo com isso. A proporção de raios UVB que causa queimaduras solares é maior nos meses de verão do que no inverno. Além disso, a intensidade dos raios UVB muda ao longo do dia. Esta pode ser até 150 vezes mais forte ao meio-dia do que às 6 da manhã. Os raios UVA são propensos a flutuações muito mais leves. Por isso, é importante proteger-se deles em todos os momentos. Saiba mais sobre como proteger a sua pele do sol da maneira adequada aqui.


A intensidade da Radiação solar

Quando é que o sol brilha com mais intensidade?

A radiação UV atinge-nos em maior ou menor intensidade, tanto diretamente do sol como indiretamente, por exemplo, através do reflexo da areia na praia. A intensidade depende de muitos fatores, incluindo a época do ano e a hora do dia, superfícies refletoras, a distância do equador e a altura acima do nível do mar. A radiação solar na pele é, portanto, diferente dependendo do tempo, lugar e dos arredores.

Apenas há radiação solar intensa no verão?

A intensidade da radiação UVB, que pode causar queimaduras solares, é mais elevada durante os meses de verão, por volta do meio-dia, perto do equador, em altitudes mais elevadas, bem como dentro ou perto da água, neve ou outras superfícies altamente refletoras.

O que pode influenciar a intensidade dos raios UV

1Horário

A intensidade dos raios UVB está ligada à posição do sol e às alterações ao longo do dia. Pode ser até 150 vezes mais forte ao meio-dia do que às 6 da manhã. Em geral, deve evitar exposição excessiva ao sol e, em particular, não ficar ao sol entre as 11 da manhã e as 3 da tarde.

2Sazonalidade

A intensidade da radiação UV varia de acordo com a estação do ano e é mais forte no verão do que no inverno. Os riscos associados à intensidade da radiação UV também variam de acordo com isso. A proporção de raios UVB que causa queimaduras solares é maior nos meses de verão do que no inverno. Ao longo do ano, a proporção de raios UVA nos raios de sol fica propensa a flutuações mais leves, diferente dos raios UVB. Os riscos associados aos raios UVA podem certamente ser estimados num nível mais constante, é por isso que a proteção UVA adequada é importante, até por curtos períodos ao sol.

3Geografia

Tanto a intensidade da radiação UV geral como a proporção dos raios UVB aumentam à medida que se aproxima do equador ao contrário dos raios UVA, em que a proporção é igualmente elevada em todo o mundo.

4Nuvens

As nuvens podem intensificar ou diminuir a quantidade de luz UV que chega até nós. No entanto, como as nuvens geralmente só afetam um pouco a intensidade da radiação UV, a proteção adequada também se torna necessária em dias nublados de verão. 

5Altitude

Na Europa Central, a intensidade UVB aumenta em 15 a 20% a cada 1.000 metros acima do nível do mar. A uma altitude de 3.000 metros, ela fica em torno dos 50%. Isto significa que deve usar um fator de proteção solar maior durante caminhadas e passeios de ski nas montanhas.

6Sombra

Embora a sombra ofereça uma proteção considerável contra a luz UV, ela não nos protege por completo. Uma quantidade significativa de luz pode ser refletida ou refratada em superfícies e objetos, o que significa que até mesmo áreas que parecem estar na sombra são atingidas pela luz solar. Recomendamos proteger áreas descobertas da pele com produtos NIVEA SUN, mesmo quando estiver à sombra.

7Reflexo

Água, areia, neve e até mesmo pedaços de relva refletem os raios UV e aumentam a sua intensidade na nossa pele. A relva aumenta a intensidade da radiação UV em 6%, água em 10%, areia em 15 a 25% e neve em mais de 30%. 

Os vários tipos de intensidade da radiação

290-320 NM

Alguns raios UVB são absorvidos pela camada de ozono, mas a maioria ainda atinge a superfície da Terra. Embora os raios UVB só penetrem na epiderme, podem causar queimaduras solares e danos no ADN. É por isso que é muito importante garantir proteção suficiente contra os raios UVB.

Os vários tipos de intensidade da radiação

320-400 NM

Os raios UVA são levemente filtrados pela camada de ozono. No entanto, alguns raios atingem a superfície da Terra e podem penetrar até às camadas mais profundas da pele.

Os vários tipos de intensidade da radiação

400-800 NM

A gama de comprimento de onda de 400-800 nm representa a luz que é visível para os seres humanos, que vemos em todas as cores do arco-íris.

Os vários tipos de intensidade da radiação

800-3.000 NM

A radiação infravermelha (radiação IF) emite calor. Embora não possamos ver a sua cor, percebemo-la como o calor do sol.

Os vários tipos de intensidade da radiação

UVC

Os raios UVC seriam extremamente perigosos para todas as formas de vida se efetivamente atingissem a superfície da Terra. Felizmente, são absorvidos por completo pela camada de ozono — mesmo nas regiões onde está danificada. Portanto, a proteção UVC não é necessária.