bebés prematuros

O toque salvou-me a vida

mãos dadas

O poder do toque humano em fotografias

CARE FOR HUMAN TOUCH TO INSPIRE TOGETHERNESS

Hoje em dia, o ritmo acelerado da vida quotidiana, a relevância das plataformas virtuais e a pandemia do coronavírus estão a minimizar o toque humano e a fazer com que nos sintamos mais sós e isolados. Com esta iniciativa #CareForHumanTouch, queremos inspirar e aumentar a consciencialização para os efeitos benéficos do toque humano nas nossas vidas!

EFEITOS DO TOQUE

O que acontece ao nosso corpo quando alguém nos toca?

casal a dar um beijo

1

O batimento cardíaco baixa e a pressão arterial normaliza

amigos no carro

2

Os sintomas de ansiedade ou depressão são atenuados

stress no trabalho

3

O nível de hormonas de stress diminui

avó e neta

4

O nível de hormonas de bem-estar aumenta, e o sistema imunológico é fortalecido

“Estes são tempos traumáticos e o vírus não é para brincadeiras. Claro que voltaremos a tocar-nos assim que pudermos, pois isso está na nossa natureza.”
Prof. Dra. Tzipi Strauss

Prof. Dra. Tzipi Strauss

Especialista em pediatria e neonatologia

O poder do toque está cientificamente comprovado

homem idoso

O toque ajuda a minimizar a agitação relacionada com a demência

O resultado de 163 estudos envolvendo quase 25 000 pacientes demonstrou que o tratamento multidisciplinar, a massagem e a terapia de toque foram mais eficazes do que o tratamento de pacientes com medicamentos antipsicóticos tradicionais.

bebé enrolado numa manta

O toque (pele com pele) ajuda bebés prematuros a desenvolverem-se

O estudo revela evidências adicionais de que se um bebé prematuro estiver clinicamente estável, a prática milenar de segurar o bebé junto ao peito (pele com pele, batimento cardíaco com batimento cardíaco) poder-lhe-á fazer bem. Adicionalmente, a partir duma pesquisa de mais de 100 estudos anteriores, descobriu-se que, em geral, colocar o bebé pele com pele, amplamente conhecido como "cuidado maternal canguru", pode reduzir o risco de morte de um bebé prematuro com baixo peso à nascença até 36 por cento.

mãos dadas

Estudo da solidão

Um estudo sobre idosos britânicos descobriu que a solidão seria duas vezes mais prejudicial à saúde do que a obesidade, e que pessoas sozinhas com 50 anos ou mais tinham duas vezes mais probabilidades de morrer do que os seus pares não solitários. Devido aos riscos da solidão e de problemas de saúde relacionados com a idade, os idosos precisam de mais contacto.

homem caído em jogo de basquetebol

O toque no desporto

Um estudo etológico americano codificou o comportamento de toque de jogadores da National Basketball Association (NBA) durante a temporada 2008-2009. De acordo com as expectativas, um toque no início da temporada previu um maior desempenho, tanto individual quanto ao nível de equipa, no final da temporada.

Inspire-se

Há muitas formas de trazer mais contacto humano ao seu mundo. Porque não começar hoje?
formas de contacto humano
Relatório global

The State of Human Touch

Todos os anos, NIVEA conduz uma pesquisa mundial com mais de 11 000 pessoas. Uma descoberta impressionante: Existem muitas pessoas que quase não experienciam o toque físico. E a pandemia Covid-19 ainda tornou tudo pior.

Taxas globais de aprovação:
“Nenhum contacto físico no dia anterior à entrevista.”
taxas de contacto físico
“Dois amigos num café. Número de toques em Inglaterra: zero. Nos EUA: dois. Em Porto Rico: 180 vezes.”

Sidney M. Jourard

Psicólogo
Comunicação Não Verbal

A LÍNGUAGEM INTERNACIONAL DO TOQUE

É claro que receber um toque amigável de pessoas conhecidas pode ser uma experiênca agradável ou invasiva. E embora o toque seja uma linguagem universal e a primeira que aprendemos, existem algumas diferenças no mundo. Por exemplo:
casal abraçado em cima de um muro

TÓPICOS ATUAIS

A EPIDEMIA DA SOLIDÃO

Os millennials são os mais conectados, mas os mais sozinhos.
Mas existe solução! Entrevista com Derrick Feldmann sobre a solidão, de onde vem e como podemos ajudar a preveni-la.

solidão

SABIA QUE...

uma em cada duas pessoas

diz que o toque físico não é algo que aconteça todos os dias nas suas vidas

6 EM 10

sentem muita falta do toque e querem compensar o que perderam depois desta crise pandémica passar

3 em 4

tomaram consciência durante o isolamento o quão importante é o toque físico para a sua saúde

9 em 10

sentem-se sós quando não têm o toque humano

UMA EM CADA DUAS PESSOAS

diz que o isolamento faz com que se sintam mais sozinhas do que nunca

9 EM 10

dizem que a falta do toque humano faz com que se sintam mais sozinhas, mesmo que tenham muitos contactos nas redes sociais